Competências e funções do futuro 

Black mother holding waist of daughter wearing roller skates
Aceda aos nossos dois relatórios com foco no negócio e descubra as competências do futuro que as empresas esperam ser mais importantes nos próximos três anos, bem como os empregos mais apelativos no futuro.

Relatório do estudo sobre Competências Futuras

Conheça as competências que as empresas esperam vir a ser as mais importantes nos próximos três anos.

Com a “Great Resignation” e organizações em todo o mundo com dificuldades em recrutar e manter as pessoas de que necessitam, é fundamental que as empresas compreendam que competências irão proporcionar o maior valor de negócio a curto e longo prazo. Entender estas competências impulsionarão a sua organização e pode ajudar na seleção das competências adequadas – também permitirá que desenvolva competências na sua força de trabalho atual de forma direcionada e eficaz.

Muitas empresas estão atualmente a enfrentar perturbações significativas no seu processo de transformação com o objetivo de enfrentar os novos desafios que se avizinham. Estas alterações são, muitas vezes, impulsionadas pela tecnologia e pela digitalização. Em resultado disso, as organizações estão a valorizar mais competências não técnicas, como a colaboração e o desenvolvimento de pessoas. No entanto, muitas organizações não estão confiantes na sua capacidade de desenvolver as competências que mais valorizam.

No Relatório do estudo sobre Competências Futuras da Mercer, encontrará informações relevantes sobre o mercado que o ajudará a tomar decisões informadas sobre avaliação de competências, desenvolvimento de carreiras e transformação da força de trabalho.

    Quase 200 empresas de vários setores participaram no Estudo sobre Competências Futuras da Mercer, realizado em parceria com a Crunchr. As competências foram avaliadas numa variedade de categorias, incluindo categorias tecnológicas, inovadoras, de negócio, de personalidade e colaborativas.

    O relatório oferece informações detalhadas sobre o seguinte:

    • As competências que as empresas participantes mais valorizam
    • As competências que as organizações esperam vir a ser as mais importantes nos próximos três anos
    • Quão confiantes estão as empresas de que serão capazes de satisfazer as suas necessidades de competências nos próximos três anos
    • Perspetivas das organizações sobre competências que são suscetíveis à automação

    Relatório do estudo sonre funções do futuro

    Conheça as funções que as empresas esperam vir a ser mais importantes nos próximos três anos e aceda a informações detalhadas sobre como se espera que o trabalho se altere em cada família de funções.

    Mais de 100 empresas de uma ampla gama de setores participaram no Estudo sobre Empregos Futuros da Mercer, realizado em parceria com a Crunchr. O estudo avaliou empregos em várias categorias, incluindo as categorias comercial, empresarial, administração, dados e tecnologia.

    O estudo constatou que os empregos relacionados com dados e tecnologia deverão ser um foco crucial para as empresas nos próximos três anos.

    O relatório do estudo destaca os empregos que as empresas consideram mais importantes e aqueles relativamente aos quais esperam ter maior dificuldade em recrutar nos próximos três anos. Também identifica os empregos que estão a evoluir no ritmo mais rápido e aqueles com maior risco de serem afetados pela automação.

    Funções mais importantes nos próximos três anos

      Com base nos resultados do nosso estudo sobre Funções do Futuro fornece informações sobre o seguinte:

      • As categorias de funções que as empresas mais valorizam
      • As funções que as organizações esperam vir a ser mais – e menos – procuradas nos próximos três anos
      • Quão confiantes estão as empresas de que satisfarão as necessidades esperadas nos próximos três anos através do planeamento da força de trabalho
      • Expectativas de transformação do trabalho e da força de trabalho nas várias categorias de empregos
      • As categorias de empregos que evoluem mais rapidamente e aquelas que correm maior risco de serem automatizadas
      • Funções que podem necessitar de ser recrutadas externamente devido a disponibilidade interna limitada de competências humanas 

      Práticas de gestão de talentos relacionadas com competências

        Soluções relacionadas
          Análises relacionadas